remo100porcento.com
Remo tenta regularizar salários atrasados de funcionários | Remo 100%
O atraso para jogar em Belém não prejudicou o Remo somente no âmbito do futebol. A renda que seria proveniente da bilheteria do confronto contra o Tapajós, que deveria ter acontecido no último dia 20/01, ajudaria a amenizar a crise interna pela qual passam funcionários do clube, com vários meses de salários atrasados. Por outro lado, os jogadores têm recebido em dia. De acordo com um funcionário que preferiu não se identificar, grande parte dos trabalhadores alocados no Baenão e na sede social está com até 5 meses de vencimentos atrasados e com dificuldades inclusive para arcar com o deslocamento de casa até o ofício. A nova gestão do Remo, que assumiu o clube no início de novembro, teria prometido regularizar a situação até abril. O presidente Fábio Bentes confirmou que, ao assumir o cargo, constatou os atrasos dos funcionários, mas que boa parte dos os últimos 2 meses conseguiram ser pagas, além do 13º salário. "Com relação a salários, encontramos, sim, com vários meses em