remo100porcento.com
Atual gestão não cumpriu nem metade do que prometeu | Remo 100%
Foi dada a largada para a contagem regressiva de 60 dias que antecedem a eleição para presidente no Clube do Remo, em novembro. Para os pré-candidatos, o tempo é útil para consolidar as propostas de governo. Do outro lado, para a atual gestão, encabeçada por Manoel Ribeiro e Ricardo Ribeiro, presidente e vice-presidente, respectivamente, é como se o tempo tivesse chegado ao fim, já que até a data para a escolha de uma nova equipe de diretores, nada deverá ser feito de maneira impactante. O pior disso tudo é que a atual administração passará a bola para a sucessora sem ter cumprido sequer metade do que foi prometido na última eleição azulina. Ao final da temporada 2017, somente 2 de 12 propostas tinham sido viabilizadas. Um ano depois, nada mudou. Na verdade, em certos pontos, a situação até piorou! Em análise feita em cima apenas dessa temporada, embora tenha alguns acertos, a gestão azulina deixou a desejar na sua grande maioria. Assim como em 2017, 4 itens foram salvos, mas com