ligadoemserie.com.br
Crítica | Game of Thrones 8×05 evidencia o desenvolvimento trôpego da temporada final
Pois é, aconteceu. Daenerys foi para o "lado sombrio" trazendo fogo e sangue para Porto Real como uma Targaryen, cometendo um genocídio no processo… Isso faz sentido no universo de Game of Thrones, mas "teoricamente". No decorrer de suas oito temporadas, a série plantou e espalhou várias sementes que indicavam que o arco da personagem poderia culminar nesse momento. Durante toda a sua vida, Daenerys foi maltratada por um irmão cruel que só queria reconquistar o Trono de Ferro da sua família. Após a morte desse irmão e o seu casamento com um guerreiro Dothraki e o nascimento de três dragões (que ocorreu graças a execução de Mirri Maz Duur, que queria vingar o massacre do seu povo pelas mãos dos Dothraki), presenciamos ela mostrando ter características impulsivas e problemáticas: quantas vezes ela não ameaçou queimar cidades? Vimos isso em Qarth na segunda temporada e nas cidades escravistas na terceira temporada. Na quarta temporada testemunhamos Daenerys crucificar centenas de