tudoqueseprendenoolhar.wordpress.com
Os anões, o alemão e o azulejo de Athos Bulcão
— Eu já disse: prrecisa me soltarrr, investigadorrrr Almirrr. Eu sentia uma puta vontade de tocar uns petelecos na raiz do ouvido do alemão. O meliante não parara um só minuto de se remexer na cade…