sempressadevoltar.com
Cozinhar é um ato revolucionário no Iacitatá – Sem Pressa de Voltar
Algumas semanas antes de viajarmos para Belém, o “Tempero de Família”, do GNT, apresentou uma série de episódios sobre a cidade. Uma cena do programa me chamou muito a atenção: uma moça defendia que era muito estranho que os próprios brasileiros chamassem a comida amazônica de “exótica”. “Exótico não é o que é daqui, exótico é o que vem de fora”, salientou Tainá Marajoara, dona do Iacitatá. Achei isso muito forte e bonito quando ouvi, me marcou pra sempre. Nunca mais usei a palavra “exótico” em vão! 🙂 Tainá já rodou o mundo falando sobre os ingredientes da Amazônia, é conselheira nacional de cultura alimentar e ativista de direitos humanos. Iacitatá: cultura alimentar e sociobiodiversidade O Iacitatá se define como “um espaço de circulação da produção da cultura alimentar e produtos da sociobiodiversidade”. O restaurante investe em uma cozinha criativa, cultural e saudável para as pessoas e para o planeta. Foram a Tainá e o Carlos Ruffel, seu companheiro e também cozinheiro da casa, que nos receberam lá. Almoçar no Iacitatá é uma aula! A Tainá …