rosavalente.com.br
O Vazio existencial e o barulho produzido por ele
Arthur Schopenhauer (1788-1860), escreveu certa vez: “Da árvore do silêncio pende seu fruto, a paz.” Refletindo profundamente sobre o vazio existencial e analisando o barulho produzido por pessoas que falam sem ter nada a dizer, e numa tentativa de desenredar esse paradoxo do vazio que produz barulho, trouxe uma fábula atribuída a Esopo, nascido supostamente