rolfcruz.com.br
Pra não morrer, escrevo!
Desde a minha infância ou seria desde a barriga da minha mãe já me goravam dizendo que eu não daria certo, não vingaria. Tudo indicava que eu não vingaria mesmo.