revista-a.org
Para que o olhar não seja um Estado, nem desapareça… Alguma crítica ao pós-modernismo na antropologia a partir de O Céu de Lisboa
Por Ana Paula Morel. “Do poder da criação/sou continuação” (Paulo César Pinheiro e João Nogueira) Os sons de uma cidade. Lisboa – um filme. A cidade mudava… No abismo do céu azul atravessavam…