poetaemgreve.wordpress.com
Mapas de Espelho – Para que não inventassem que dizia
para que não inventassem que dizia Revoltou-se na ferida devolvida no confundir do lençol, com o arrojo da indiferença lançou-se na arena: alucinava; Seduzida na sua fúria rompia vermelha vi…