pitadasdosal.com
Top 5 canções do Cazuza com o Barão Vermelho
Como complemento do post que fiz hoje mais cedo, em homenagem ao Caju, listo nessa publicação cinco canções essenciais do Exagerado para matar as saudades ou, para aqueles que não conhecem, tomar contato pela primeira vez com a linda obra deste poeta que tão cedo nos deixou! Optei por canções não tão óbvias, do início da carreira, ainda no Barão Vermelho. Estas músicas foram compostas quando Cazuza tinha entre 22 e 27 anos de idade… Viva Cazuza! Todo Amor Que Houver Nessa Vida – Cazuza e Frejat Gravada em 1982, para o primeiro álbum do Barão Vermelho, Todo Amor que Houver Nessa Vida já mostra ao mercado fonográfico brasileiro que Cazuza não estava a passeio. Regravada diversas vezes por outros artistas, entre eles Caetano Veloso e Gal Costa, Cazuza, que estava na casa dos 23 anos, já mostra uma maturidade atípica para idade, com versos pujantes, que falam de um amor ávido, tranquilo, “com sabor de fruta mordida”… Tanto a versão mais roqueira registrada no primeiro LP, quanto a versão mais lenta, do disco ao vivo, O Tempo Não Para, são matadoras. Escolhi para “ilustrar” a postagem a primeira. https://pitadasdosal.com/wp-content/uploads/2018/04/09-Todo-Amor-Que-Houver-Nessa-Vida-Barão-Vermelho.mp3 Letra Eu quero a sorte de um amor tranqüilo Com [...]