peregrinacultural.wordpress.com
Trova do Natal
Que saudades dos folguedos dos meus Natais mais risonhos… em que singelos brinquedos amanheciam meus sonhos! (João Freire Filho)