peregrinacultural.wordpress.com
O ovelha, poesia de Henriqueta Lisboa
A Ovelha Encontrastes acaso a ovelha desgarrada? A mais tenra do meu rebanho? A que despertava ao primeiro contato do sol? A que buscava a água sem nuvens para banhar-se? A que andava solitária…