paginasperdidas.me
Silêncio e Escuridão: um Conto de Natal
Dedicado à H.P. Lovecraft. Eu permanecia quieto em meio às sombras dos meus aposentos, enquanto a tempestade lá fora prenunciava sua fúria sobre toda a cidade de aço, concreto, carne e sangue&#8230…