oquedizestu.wordpress.com
Nem tudo o que vemos é FEIO
Longe vão os tempos da inocência infantil, que faziam de nós, mais que simples Eus, seres capazes de sermos surpeendidos constantemente, pelas mais hilariantes e recambolescas histórias que nos era…