neobudega.wordpress.com
hora de dormir
Está um silêncio danado Vez em quando um som de vento Um longe passar de carros Agora cantam os galos Mas já de novo se faz o silêncio Gosto dessa ausência de zunido Meu corpo se estira na cama A c…