mundodoboblino.wordpress.com
Soneto torto sobre flores e desespero
Nosso quarto sem você é um mar de solidão Onde me afogo na cama vazia As flores do jardim, uma a uma na escuridão Também esperam o raiar do novo dia. A aurora renova a esperança Que o sol que nos m…