mundodoboblino.wordpress.com
A responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam
“Por que cegamos, não sei, talvez um dia se chegue a conhecer a razão, Queres que te diga o que penso, diz, Penso que não cegamos, penso que estamos cegos, cegos que vêem, cegos que vendo, não vêem…