marcelfreire.com
#31 – Grato
Vinte e oito anos. Parece uma eternidade. Quando eu era pequeno, achava que quem tinha 28 anos era velho. Mal sabia eu que um dia chegaria a esta idade. E aconteceu tanta coisa. Tanta coisa boa, ta…