literaturademetro.blog
Caixas e caixas…
Nesta caixa de cimento Onde guardamos nossa rotina E sacramos nossa retina Vejo caixas e lamento Sem caixas, Aos poucos o que se encaixava Vai embora o que durava E encaixado coisas menos baixas. É…