linguaeculturajuliopedrosa.wordpress.com
Amor-perfeito [poema de Laurindo Rabelo]
AMOR-PERFEITO Laurindo Rabelo (1826-1864) Secou-se a rosa… era rosa; Flor tão fraca e melindrosa, Muito não pôde durar. Exposta a tantos calores, Embora fossem de amores, Cedo devia secar. Porém tu…