lettersfromtheinside.com
#26. Para/To L. Cohen
[In English just below&ilustração no fim do post] Nisso que divide o bonito do feio, sutil de wild, os Cohens dos Dylans, sempre preferi o estragado. Não deixa de ser estranho, então, eu me apa…