inesmarto.com
Hoje não quero ser nada
Hoje não quero ser nada. Nem tempo nem medida. Nem sentido nem futuro. Nem memória nem expansão. Não quero sequer o risco do peso das palavras no segregar do pensamento. Nem sonhos nem morte. Nem m…