inatingivel.wordpress.com
Escrevo
escrevo. escrevo as linhas do silêncio. mas os pulsos estão secos, ressequidos pelo desejo da pauta de outrora. o amor caiu e só o corpo é confissão aberta, em relativa existência, almejando…