gay.blog.br
Ministério Público e Defensoria Pública de SP notificam Supermercado Hirota por cartilha considerada discriminatória
Material distribuído pelo Hirota dizia que casamento homoafetivo é uma 'distorção' e defendia submissão da mulher ao marido