filosofiaemtransito.wordpress.com
Sem ponto final entre rodovias
Mara Rovida* O instante desatinado foi suficiente para estabelecer o silêncio quebrado, de lá para cá, apenas pela memória reavivada. Da fotografia ainda impressa à velha palheta colorida, as lembr…