falandoemliteratura.com
Resenha: “Intimidade”, do inglês Hanif Kureishi
“Ferir alguém é um ato de involuntária intimidade” (p.08) Ler esse livro foi como entrar em um profundo transe, um abandono completo do mundo exterior. Poucos livros têm me despertado e…