evandro.wordpress.com
Ah, a escola…
Dickens traduzido por José Paulo Paes (aquele marxista-concretista safado!) é melhor que tudo que eu li no colégio, menos Memórias Póstumas de Brás Cubas. E pensar que, na literatura inglesa, Dicke…