ebalsa.org
Levanta-te meu Povo! Não é tarde!
Das prensas dos martelos das bigornaspois quando o povo acorda é sempre cedo.das foices dos arados das charruasdas alfaias dos cascos e das dornasé que nasce a canção que anda nas ruas.Um povo não …