cronicasdeunainquilina.com
Como ratos de esgoto | Crónicas de una inquilina
Tradução do Eduardo Vasco, Diário Liberdade Não importa o dia do ano e se chove torrenciais, eles estão sempre lá desde o amanhecer até o anoitecer. Colocando o lombo. Seu corpo como uma ferramenta de trabalho e modo de sobrevivência. Não importa se pensam ou sentem, se perguntarão a hora (porqu