contosdocorvoblog.wordpress.com
Poema de Sete Faces – Carlos Drummond de Andrade
Quando nasci, um anjo torto desses que vivem na sombra disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida. As casas espiam os homens que correm atrás de mulheres. A tarde talvez fosse azul, não houvesse tantos…