cloefenix.com
O Cão dos Baskervilles - Sir Arthur Conan Doyle - Cloe Fenix
O cão dos Baskervilles, é mais um incrível policial de Sir Arthur Conan Doyle, com a história do famoso detetive Sherlock Holmes. Este livro é ligeiramente diferente, da maioria dos livros que Conan Doyle, nos habituou, no entanto, é considerado um dos melhores livros da saga do famoso detetive. Desta vez, Sherlock Holmes vai enfrentar um mistério, com anos de existência. Conta a lenda que um cão diabólico assombra a região, o mesmo é conhecido por matar gerações da família Baskerville, tendo feito recentemente mais uma vítima. Sir Charles Baskerville, é a mais recente vítima do misterioso cão. O seu falecimento força o Dr. Mortimer, um antigo amigo de Charles, a contratar Sherlock, por temer pela vida no próximo morador do solar. Sir Henry Baskerville, sobrinho e herdeiro de Sir Charles, provavelmente está destinado a sofrer o mesmo fim de seu tio, se entrar na mansão e se aproximar do pântano. Um mistério com 500 anos, que começou quando Hugo, dono da mansão durante a guerra civil, foi assassinado por um suposto cão diabólico. Desde então, uma lenda foi escrita, mencionando que cada um dos membros da família, que ouse morar no solar. Será morto, por um cão misterioso e diabólico. Estará Henry a salvo, até que Sherlock desvende o mistério, por trás de tantas morte? SINOPSE Como uma maldição, a antiga lenda do cão dos Baskervilles, datada de 1742, persistira na história da família durante gerações. A misteriosa morte de Sir Charles, nas imediações da Mansão Baskerville, leva Sherlock Holmes a iniciar a investigação de um dos seus mais famosos e intrigantes casos, na fantasmagórica e selvagem charneca do Devon. Depois de ter morto Sherlock Holmes, o seu criador, Conan Doyle, é perseguido e apupado durante anos por milhares de leitores das aventuras do imortal detective. E, pressionado pelo seu editor da Strand Magazine, acaba por escrever aquela que viria a ser a mais conhecida aventura de Sherlock Holmes e do Dr. Watson — O Cão dos Baskervilles. É assim que, nove anos após a publicação de “O Problema Final”, Doyle publica na Strand Magazine, entre 1901 e 1902, aquela que viria a ser a sua obra mais adaptada para cinema, televisão e rádio, situando-a cronologicamente antes da luta fatal com o Professor Moriarty. Novamente, o ilustrador é o talentoso Sidney Paget. Boa Leitura…