cloefenix.com
Ideias Soltas - Texto 46 - Cloe Fenix
Ai destino cruel Que tanto me fazes trabalhar Não sejas assim fiel Não me mandes chicotear Descansar mais um dia Seria pouco para mim Ainda que seja, o que eu queria Eu te peço mesmo assim Lutar por um destino Em que levantar, eu não desatino Sorrir para um desafio Em que a cor é um caminho E a luz o meu destino Feliz por si só Trabalhar com alegria Não tomes o que eu tenho Não me deixes em agonia >