camposdeboaz.com.br
Gotas de orvalho (223)
“Pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo,
Francisco Nunes