blogueirasfeministas.com
A educação e as ideias que matam
Socos, pontapés, murros na barriga, cabeça arremessada contra o chão. O sangue de Rafaela espalha-se no chão da sala. 16 anos, casada. Ano 2012, não 1945. Porto Alegre. Os gritos são abafados pela …