bimbyworld.com
Tipos de Farinha
As melhores receitas para a Bimby, dicas, enfim ... tudo e mais alguma coisa sobre Bimby :) - Ingredientes: Pode conseguir melhores resultados nos seus cozinhados, utilizando a farinha mais adequada a cada preparação.TIPO 45 - FARINHA FLOR França/Bélgica: igual a portugal Suiça: fleur (ou blanche type 400) Espanha: W80 a 100 Argentina: 0000 Itália: 00 A Farinha Flor ou Farinha de Trigo tipo 45, é a farinha mais refinada e branca de toda a nossa oferta de farinhas. É ideal para confecção de doçarias como o pão-de-ló ou tortas, pois dá origem a doces muito fofos e de qualidade extrema.TIPO 55- FARINHA SUPER-FINA França/Bélgica: igual a portugal Suiça: blanche type 550 Espanha: W100 a 170 Argentina: 000 Itália: 0 Alemanha: 405 Inglaterra/Canada: Soft(Plain) Flour / Cake Flour A Farinha Super Fina tipo 55, é das farinhas mais utilizadas na culinária caseira. É especialmente indicada para a confecção de bolos, bolinhos, tartes, pastéis, massas lêvedas, entre outras.TIPO 65 - FARINHA FINA França/Bélgica: igual a portugal Suiça: mi-blanche type 700 (ou 720) Espanha: W170 a 210 Alemanha: 550 Inglaterra/Canada: Strong Flour / Bread Flour A Farinha tipo 65, farinha fina é a mais utilizada na panificação, caseira ou industrial. O pão branco é o pão que mais se produz a partir desta farinha. Mas não é só para pão que a farinha serve, poderá também, preparar bolos, tartes ou pastéis.TIPO 80 - FARINHA SEMI-INTEGRAL França/Bélgica: igual a portugal Espanha: W180 a 250 Argentina: 00 Itália: 1 Alemanha: 812 As farinhas tipo 80 e 110 e as semi-integral são utilizadas na panificação industrial e caseira. Óptimas para confeccionar pão semi-integral, que constituem parte fundamental numa dieta equilibrada e saudável.TIPO150 - FARINHA INTEGRALA Farinha de Trigo tipo 150 ou farinha integral é muito utilizada na industria da panificação. Constitui parte fundamental de uma dieta saudável, dando origem a um pão rico em sementes, de textura compacta e mais escura. A sua utilização é cada vez mais frequente em bolos de fruta, bolachas, pastéis e outras confecções culinárias.FARINHA AUTOLEVEDANTEDe todas as Farinhas Lusitana, as autolevedantes são aquelas às quais se adicionou fermento químico. Indicadas para um melhor resultado na confecção de bolos, massas leves e arejadas.Fonte: www.lusitana.ptOUTRAS FARINHA E INFORMAÇÕESO número que surge para classificar cada tipo de farinha é uma medida sobre a fibra que contem e sobre o tipo de extracção realizado.Uma farinha 405 é uma farinha branca de trigo corrente. Uma farinha 550 é uma farinha branca de trigo com cor creme (já com mais fibra - mais adequada a fazer pão) Uma farinha 1050 é uma farinha integral de trigo com 90% de extracção. Uma farinha 1700 é uma farinha integral de trigo completa (em que grão de trigo foi todo moído e se converteu em farinha)O jornal DN tem um artigo de 2006 que explica os diferentes tipos de farinhas, incluindo a 0 e a 00, que também já vi aparecer em receitas. Aqui transcrevo o artigo na sua íntegra : Quando se compra farinha a primeira decisão é "com ou sem fermento?"Sobre fermentos já falámos há tempos. Hoje apenas trataremos de farinhas sem fermento. Já reparou nas indicações "Tipo 55" ou "Tipo 65"' que surgem nos pacotes? Sabe o que isso significa? Em conversas recentes apercebemo-nos de que nem toda a gente o sabe. Vamos então tratar disso.Um grão de trigo é uma estrutura complexa constituída por diferentes camadas. Do ponto de vista genético existem duas espécies de trigos: o trigo mole (Triticum aestivum), adequado à padaria, pastelaria e ao fabrico de bolachas, cujo produto da moenda é a farinha; e o trigo duro (Triticum durum), usado no fabrico de massas alimentícias, cujo produto de moenda é a sêmolaQuando chega à moagem, o trigo mole é sujeito a várias operações de limpeza e, por questão de conservação, é-lhe retirado o gérmen. Só depois se inicia o complexo processo de triturações e peneirações sucessivas, dos quais resultam vários tipos de farinha.Uma farinha pode conter todas as partes do grão - farinha integral - ou apenas a parte central - endosperma - e é muito branca. E entre estas duas situações há todas as intermédias.Se levarmos uma farinha extremamente branca a um forno a 550º C, o resíduo da queima - a cinza - será mínimo. Já uma farinha integral deixará um resíduo de cinza muito maior, uma vez que contém uma grande quantidade de sais minerais, que não ardem. É a percentagem de cinzas que define o tipo comercial de farinha.Assim, as farinhas 45 e 55 são as mais brancas; contêm um pouco mais de amido e de glúten e menos fibra e vitaminas e dão origem a um pão de miolo muito branco. Uma farinha 110 dará origem a um pão mais escuro, uma vez que tem mais casca, mas, também, mais dietético.As farinhas que mais se comercializam no nosso País são a 55 e 65. A farinha 45, por exemplo, tem que ser encomendada a uma moagem.Já em Itália a designação comercial das farinhas é diferente, o que por vezes causa dúvidas. Uma farinha 00 terá um máximo de 0,50% de cinza e uma do tipo 0 pode ter uma cinza máxima de 0,65%.Qual o tipo de farinha mais adequado para fazer pão?Isso tem pouco a ver com a percentagem de cinzas. Dentre os trigos moles há uns mais adequados ao fabrico de pão (chamados hard e que têm maior quantidade de proteínas que vão formar o glúten), e outros (mais "fracos" - soft) com menos glúten e, por isso, mais aconselháveis a certa pastelaria. O tipo de farinha, definido com base nas cinzas, apenas garante a obtenção de pão de miolo mais branco ou mais escuro. É por isso que nos EUA a designação comercial das farinhas indica o teor de proteína e a sua aconselhável utilização: múltiplos fins, pastelaria, bolos, bolachas, pão, integral... Não há dúvidas de que isso facilita a escolha.Quando uma receita diz especificamente que depreende farinha 65 e só temos em casa farinha 55, devemos usar mais 10% de farinha. Ex: 400gr de farinha tipo 65 ou 440gr tipo 55;Fonte: pt.petitchef.comAlgumas Farinhas que criam alguma confusão quanto ao Tipo "Numérico" T45 c/ fermento T55 c/ fermento T65 c/ fermento
Cozinheiro