arlindenor.com
Ode a um amor que virá ou A procura incessante do ideal – por Arlindenor Pedro
Hoje sai novamente a tua procura Como de outras vezes vaguei sozinho pela cidade. Mergulhei na multidão: