alemente.com
Carta de desapego
O tempo é-me muito barato. Atiro-o por aí, sem razão, sem motivo, sem padrão sequer. Dizem os sábios que quando as coisas nos saem do corpo, têm mais valor. Não têm. Tudo o que me sai, sai do corpo…