adrianapaivablog.wordpress.com
Da Brasília que aprendi a ver ainda em criança
Minha singela homenagem ao poeta da curva “Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva q…