a-perda.com
Capítulo 36 - Respirar ao teu lado...
Saí porta fora, a meio da manhã, enchi o meu peito com todo o ar que me atingiu como uma palmada forte e me transportou para o preciso momento e que nasci. A palmada foi a ordem que a vida me deu para respirar, para viver. Há sempre tanto ar para respirar lá fora, meu amor. É tão cruel pensar que o ar que eu respiro já não te assiste e não te pode trazer de volta ao mundo.