a-perda.com
Capítulo 20 - a nossa casa sem ti
Pela janela, entra uma luz fraca que me acerta em cheio nas pálpebras. Consigo sempre ver-te no avesso delas... lindo e silencioso. O teu nariz a tocar o meu, o teu respirar a acariciar-me os lábios... como antes. Puxo os cobertores até ao queixo e fico a ver-te de olhos fechados. Se não te posso sentir, quero ver-te.