jagostinho.com.br
APOIO DE EX-PRESIDENTE PRESIDIÁRIO É PARA O BEM E PARA O MAL | Jota Agostinho
DIÁRIO DO PODER Pesquisas mostram que Haddad herda votos e a alta rejeição de Lula Presidiário é a origem dos 38% de rejeição ao candidato do PT Se Haddad (PT) "é Lula", como alardeia sua propaganda, isso vale "para o bem e para mal": o ex-prefeito herda votos e também a elevada rejeição do ex-presidente presidiário, segundo revelam as pesquisa Ibope do dia 1º (registro nº BR-08650) e Datafolha (registro nº BR- 03147) do dia 2. Em apenas 4 dias, sua rejeição subiu como foguete de 27% para 38%, segundo o Ibope, e de 32% para 41%, pelo Datafolha. Bolsonaro caiu de 46% para 45% segundo o Datafolha. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Único "pré-candidato" cuja rejeição era maior que a de Bolsonaro, Lula, que cumpre 12 anos de cadeia, transferiu essa herança para Haddad. Provocou estranheza a rejeição de Haddad que subiu até 11 pontos em 4 dias, sem que nada tenha acontecido para justificar isso. Entre 24 de setembro e 2 de outubro,