jagostinho.com.br
GILMAR MENDES, O ARROGANTE – VALE A PENA A LEITURA ! | Jota Agostinho
CONGRESSO EM FOCO Gilmar Mendes, um bufão com ar de "poseur" POR PAULO JOSÉ CUNHA Gilmar Mendes é um bufão. Mas tem um ar de "poseur", que qualquer dicionário francês-português define como "presumido; presunçoso; enfatuado; pretensioso". Basta observar seu ar de presumida erudição, de presunçoso domínio da verdade, de enfatuada arrogância intelectual e de pretensioso exclusivismo da razão para entender do que se está falando. Uma das principais características dos que precisam ocultar despreparo ou intenções inconfessáveis em gestos e palavras é a arrogância. Os bem preparados, os equilibrados, os que detêm a prerrogativa da razão não são arrogantes, pelo contrário: são humildes e serenos. A arrogância é um biombo a esconder a incompetência. Ou esconder outra coisa. Cientes e ciosos de sua altivez intelectual, os sábios não se arrogam a exclusividade da razão nem, muito menos, uma suposta onisciência. Estão sempre dispostos a aprender. Gilmar Mendes, considerando-se