jagostinho.com.br
EX-DEPUTADO CARLI FILHO VAI A JÚRI POPULAR | Jota Agostinho
O ex-deputado estadual Fernando Ribas Carli Júnior será levado a júri popular. A decisão foi tomada pelo juiz da 2.ª Vara do Tribunal do Júri, Daniel Surdi Avellar. Ainda não há data marcada para o julgamento. A decisão significa que Carli Filho será julgado por duplo homicídio com dolo eventual. Ou seja: o juiz considera que o ex-deputado sabia que estava correndo riscos de matar alguém ao dirigir na velocidade que dirigia. Caso seja condenado pelo júri, Carli Filho pode pegar de 12 a 30 anos de prisão, segundo o advogado de acusação, Elias Mattar Assad. O ex-deputado causou um acidente no dia 7 de maio de 2009, no Campo Comprido, em Curitiba. Duas pessoas morreram na hora: Gilmar Yared e Carlos Murilo de Almeida. O advogado das vítimas, Elias Mattar Assad, não falou ainda sobre a decisão, mas promete uma entrevista coletiva para hoje às 15 horas para dar detalhes sobre o assunto. Carli Filho foi levado ao Conselho de Ética da Assembleia, mas renunciou antes de ser julgado. Na eleição