resenhadabolsa.com.br
Instrumentos Financeiros “Híbridos de Capital e Dívida”: Evoluções e Desafios
Não são, normalmente, genuínos “híbridos” porque nem sempre contêm derivativo embutido, nem são “compostos” porque nem sempre contêm parte de dívida e parte de patrimônio líquido, mas o mercado os denominou “híbridos”. Para efeito deste artigo, vamos denominá-los “híbridos de capital e dívida”. A primeira tentativa formal de discutir o assunto provém da emissão