perspetivando.blogspot.com
Os (a)braços da obra
Muitos são os dias em que penso nisto. Não há com certeza ninguém que consiga, nos tempos que correm, fazer algo sem a ajuda dos outros. Preciso dos outros como, em determinados momentos, acredito, os outros precisam ou precisarão de mim.
Ismael Guimarães