miojoindie.com.br
Resenha: “Wide Awake!”, Parquet Courts
É impressionante que mesmo depois de quatro bons álbuns de estúdio – Light Up Gold (2012), Sunbathing Animal (2014), Content Nausea (2014) e Human Performance (2016) –, os integrantes do Parquet Courts sejam capazes de reproduzir um som tão jovial, criativo e pulsante quanto o das primeiras …