miojoindie.com.br
Resenha: “AZD”, Actress
Quem esperava por uma possível continuação do som experimental produzido em R.I.P. (2012) acabou encontrando em Ghettoville (2014) uma obra de ruptura. Livre da ambientação urbana que movimenta o terceiro álbum de estúdio de Darren J. Cunningham como Actress, o trabalho apresentado há três …