liaamancio.com.br
Freelancer não tem que ser precariado – que tal se profissionalizar?
As altas cargas tributárias, no Brasil, podem fazer com que os custos de contratação de um funcionário full-time sejam equivalentes ao salário oferecido ao profissional – o que custa, ao empregador, pelo menos duas vezes mais do que ele investiria se contratasse um freelancer. (este post foi originalmente publicado no site da Lounge42, minha empresa de…