jagostinho.com.br
VOTO SECRETO NA ELEIÇÃO NA CÂMARA FEDERAL | Jota Agostinho
DIÁRIO DO PODER Toffoli nega pedido para votação aberta na eleição de presidente da Câmara Judiciário não deve interferir em eleição no Legislativa, diz ministro Foto: Luis Macedo O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, negou pedido do deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) para realização da eleição para a presidência e Mesa Diretora da Câmara com voto aberto. De acordo com Toffoli, a matéria é de caráter interno da Câmara e não cabe ao Judiciário interferir no processo de eleição em um outro Poder. Kataguiri fez o pedido com base em uma decisão liminar do ministro Marco Aurélio (STF), que obriga a votação aberta na eleição para presidente e Mesa Diretora no Senado Federal. A decisão de Toffoli, não apenas como presidente, mas como responsável pelo plantão do Judiciário, gerou expectativa entre parlamentares de que ele estenda o entendimento também para o Senado, reformando a decisão de Marco Aurélio, com o objetivo de