jagostinho.com.br
UM COBERTOR E O PRIMEIRO PASSO | Jota Agostinho
PARANÁ PORTAL/PEDRO RIBEIRO Ratinho Junior, a puxada de cobertor e o primeiro passo para o sucesso Foi sábia e surpreendente a manifestação de agradecimento do governador do Estado, Ratinho Junior, ao seu pai, o comunicador Ratinho, quando creditou a ele a educação que teve no seio da família e o estímulo ao trabalho desde a infância e adolescência. "Toda manhã ele chegava no meu quarto e puxava meu cobertor e dizia: levanta rapaz que isto não é hora de homem estar na cama. Hoje quero agradecer você, pai, por ter tirado o meu cobertor". Talvez tenha razão o filho quando disse que se não fosse ele, o pai, não teria traçado o destino que percorreu até chegar ao Palácio Iguaçu aos 37 anos de idade. Sem, antes, passar pela formação universitária e ter se tornado um dos mais jovens deputados do país, com assento na Assembleia Legislativa do Estado, na Câmara Federal e também como gestor da Secretaria de Desenvolvimento do Estado. Me lembro da frase do empresário